Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perdida por Lisboa

A capital vista pelos olhos de uma açoriana...

Perdida por Lisboa

21
Jul17

À descoberta dos Açores - 9 posts, 9 ilhas

NNC

Flores.jpg

Nas próximas duas semanas, vou de férias para os Açores. Levo comigo duas amigas continentais e vou relatar aqui (no Facebook e Instagram também) as nossas experiências e aventuras, assim como dar-vos dicas e sugestões para quando forem visitar este paradisíaco arquipélago. Vamos estar em sete das nove ilhas. Elas pela primeira vez nos Açores. Eu, que sou açoriana, apenas vou pisar pela primeira vez São Jorge, as outras já conheço, mas estou ansiosa por voltar.

 

Esta publicação é uma introdução sobre o que se segue, uma visão geral sobre os Açores, o post número 0 de 9 que se seguem sobre cada uma das ilhas. Ou seja, nas próximas semanas vou estar perdida por outras paragens e espero que vocês também se percam de amores por estas ilhas 

 

Post 0 - Mergulho nos Açores

Flores2.jpg

Já se imaginou num local onde o murmurar do vento se junta ao mugir saudoso das vacas? Onde o verde se perde de vista até às águas cristalinas do Atlântico?

 

Com a chegada dos voos low cost, viajar para os Açores ficou bem mais em conta. As passagens aéreas chegam a custar quase menos um terço do valor praticado antes, algo que os açorianos ambicionavam há anos. E que os não são açorianos agradecem. Mas o que têm estas ilhas, além das famosas vaquinhas, do peixe fresco e dos caminhos pedestres?

 

Todas são diferentes. Têm desenvolvimentos díspares, qualidades e lacunas que diferem entre elas. Até o sotaque dos habitantes é diferente se estiver nas Flores ou em São Miguel. Contudo, há potencialidades comuns a todo o arquipélago, como é o caso do ecoturismo marinho. A agradável temperatura do mar e a vasta vida marinha fazem com que este seja considerado por muitos mergulhadores um ‘hot spot’.

 

Para além do mergulho, o mar é um autêntico oásis para baleias e golfinhos, proporcionando viagens de barco dignas de documentários. Para os amantes dos desportos radicais, há 104 locais sinalizados para a prática de canyoning  (atividade da qual já vos falei aqui). Algo mais calmo mas com a mesma potencialidade é o turismo holístico, que alia a natureza a fins terapêuticos. O lado selvagem e quase intocável das ilhas torna-as o destino ideal para relaxar e meditar.

 

Entre o mar e a terra, os Açores são o destino de sonho para quem quer estar junto da natureza no seu estado mais puro. Um verdadeiro paraíso perdido no meio do Oceano Atlântico.

 

Como lá chegar

IMG_1070 (4).JPG

- Há várias companhias a voar para os Açores. As mais conhecidas são SATA (para todas as ilhas), TAP, Ryanair e Easyjet (só para algumas ilhas).

 

- Pode viajar entre ilhas de avião ou de barco. De barco só aconselho entre as Ilhas do Triângulo (São Jorge, Pico e Faial), Flores-Corvo e São Miguel-Santa Maria.

 

- Quem voar para Ponta Delgada (São Miguel), numa companhia low cost, pode pedir um voo gratuito para outra ilha através da SATA, desde que não fique mais de 24 horas em São Miguel. O site www.encaminhamentos.sata.pt conta-lhe tudo.

 

Dicas para quem nunca se perdeu pelos Açores

Flores3.jpg

- As nove ilhas dos Açores estão divididas em três grupos: Ocidental (Flores e Corvo), Central (Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial) e Oriental (São Miguel e Santa Maria).

 

- Açores também é Portugal, a nossa capital é Lisboa, a nossa língua é também o português, apesar de termos uns sotaques "estranhos".

 

- Falando em sotaques. Se for a outra ilha que não São Miguel, por favor não diga que as pessoas não falam açoriano. Não há um sotaque açoriano, todas as ilhas têm sotaque diferente.

 

- Para conhecer as ilhas o melhor é alugar carro. Os transportes públicos não funcionam muito bem e em algumas ilhas nem há. Há também táxis e tours que mostram as principais paisagens. Ah! E nas ilhas mais pequenas os habitantes costumam oferecer boleia.

 

Pormenores&Curiosidades

Corvo.jpg

- O povoamento dos Açores começou em 1432.

 

- Neste momento há 245.766 habitantes no arquipélago, 138.369 deles na ilha de São Miguel e 440 na ilha mais pequena, o Corvo.

 

- Tem uma área total de 2 325 km2.

 

- Fica a uma distância de 1 600 km do continente europeu e a 3 400 km do americano.

 

- Estas ilhas são de origem vulcânica, mas não se preocupe que não há erupções todos os dias! A última foi em 1999, uma erupção submarina ao largo da ilha Terceira, mas que não causou dano. A mais forte foi o Vulcão dos Capelinhos, na ilha do Faial, que esteve ativo 13 meses, entre 1957 e 1958. Por vezes há tremores de terra, mas provavelmente nem os vai conseguir sentir.

 

 

5 comentários

Comentar post

Quem é a 'Perdida'?

foto do autor

Perdida nas redes

Perdida no Facebook

Perdida na Zomato

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow