Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Perdida por Lisboa

A capital vista pelos olhos de uma açoriana...

Perdida por Lisboa

28
Mai17

Jardim Zoológico de Lisboa faz 133 anos

NNC

Golfinho (1).jpg

 

O Jardim Zoológico comemora este domingo, 28 de maio, 133 anos de existência, mas quem vai receber as prendas são os visitantes.

 

O Zoo proporciona um dia em cheio, com “retratos de rua”, visitas guiadas, presentes, jogos, pinturas faciais, descontos na bilheteira e muitas outras surpresas.

 

Além disso, todos os visitantes que comemorem o aniversário neste dia têm entrada gratuita no parque zoológico e botânico desde que se façam acompanhar pelo documento de identificação.

 

História

BeFunky_DSC00865.jpg.jpg

 

Se há lugar incontornável para passar um dia em família é com certeza o Jardim Zoológico de Lisboa. O espaço amplo e bem organizado, com 330 espécies e mais de 2000 hóspedes, é para muitas crianças o primeiro contacto com animais selvagens que só conhecem dos livros, da internet ou da televisão. Mas se uma visita ao Zoo faz as delícias dos mais pequenos, também os adultos ficam rendidos a este espaço.

 

Ao longo dos anos, foram muitas as mudanças e transformações. As jaulas deram lugar a espaços projetados para simular o habitat natural de cada espécie e há cada vez mais cuidado com a interação entre humanos e animais. Uma das grandes atrações nas décadas de 80 e 90 era o elefante que tocava um sino em troca de amendoins. Apesar de parecer um espetáculo inofensivo, a verdade é que não é um comportamento natural dos elefantes, e a nova política do zoo pretende evitar tudo aquilo que é provocado pelo homem. Mas as novidades não acabam por aqui.

 

O Bosque Encantado foi renovado; além da apresentação dos répteis e das aves em voo livre, tem agora um parque de merendas onde poderá almoçar calmamente com toda a família.

 

A tapada do lince-ibérico (o felino mais ameaçado do Mundo) é também recente. O casal de linces Azahar e Gamma chegou à capital em 2014 e desde aí que encanta os visitantes, contribuindo para a missão do Zoo de alertar a população para a preservação e conservação de espécies em vias de extinção. E se estas novidades já não bastassem para o convencer a (re)visitar o Zoológico de Lisboa, há ainda atrações que por mais anos que passem continuam a ser arrebatadoras.

 

A alimentação dos afáveis leões-marinhos e a apresentação dos golfinhos são dos momentos mais mágicos e mais esperados por quem visita o Zoo. Durante o espetáculo, ouvem-se ‘gritinhos’ de espanto a cada proeza destes simpáticos cetáceos. E, no fim, o sorriso rasgado estende-se a todos, sem género ou idade.

 

Para completar este cenário ternurento, aproveite para conhecer as crias que nasceram este ano; Termine o dia com um passeio de comboio ou com uma emocionante viagem de teleférico.

 

O que não pode de deixar de visitar no Zoo

BeFunky_DSC00786.jpg.jpg

 

O mais antigo

Girafas - Neste espaço, temos o membro mais antigo do Zoo de Lisboa, a girafa Java, e dois dos mais novos, duas crias que nasceram em 2014. A girafa-de-angola (Giraffa camelopardalis angolensis) é o animal mais alto do Mundo, podendo só o seu pescoço medir dois metros. A cor e o padrão da pelagem variam conforme a zona geográfica.

O mais pesado

Elefantes - É o maior animal terrestre e o mais pesado do Jardim Zoológico de Lisboa. Apesar de já não tocarem o sino quando os visitantes lhes dão amendoins, continuam a ser das espécies que mais prendem a atenção do público. A sua grandiosidade fascina, ao mesmo tempo que pede respeito.

Bosque encantado

Aves em voo livre - É no Bosque Encantado que se realiza esta espetacular demonstração de voo, onde se pode observar esplendorosas aves cruzar os céus e aterrar junto aos visitantes. Durante a apresentação, pode ainda ficar a conhecer mais sobre os ecossistemas das espécies ali representadas. As araras, a águia e o falcão são as aves preferidas dos visitantes.

A mais ameaçada

Órix de Cimitarra - O Zoo de Lisboa orgulha-se de ter assistido este ano ao nascimento de uma cria de órix-de-cimitarra, espécie extinta na Natureza desde 2000. A cria representa uma vitória importante no trabalho realizado pela conservação desta espécie, que passou de abundante a extinta em apenas algumas décadas devido à caça intensiva, aos longos períodos de seca, à desertificação e à redução de habitat natural.

Alerta

Alimentação de leões-marinhos - Nesta apresentação, os visitantes podem observar a alimentação e comportamento dos leões-marinhos, ficar a conhecer as diferenças entre estes simpáticos animais e as envergonhadas focas e ainda ouvir uma mensagem de consciencialização sobre a preservação do meio ambiente e dos animais. Esta espécie sociável e curiosa, que se alimenta de peixe, tem em adulto uma coloração escura no dorso e dourada no peito. O macho, claramente maior que a fêmea, distingue-se pela cabeça e pescoço maciços. Durante o show, pode saber mais curiosidades.

Viagens

Passeio de comboio ou teleférico - Sempre com o objetivo de conhecer melhor os animais, o Jardim Zoológico de Lisboa disponibiliza dois serviços que oferecem aos visitantes passeios diferentes pelo espaço. Durante a viagem de comboio, são transmitidos conhecimentos sobre cada espécie, enquanto o teleférico oferece uma viagem emocionante que atinge o auge de adrenalina quando se passa por cima da encosta dos leões.

 

A mediática e mágica baía dos golfinhos

 

Abriu em 1995 e foi desde logo um êxito. Sucesso que se mantém 20 anos depois. A Baía dos Golfinhos é um dos melhores delfinários da Europa e pioneira na apresentação de golfinhos e leões-marinhos em simultâneo na mesma exibição. Neste aquário, decorado como uma vila piscatória, realiza-se um dos espectáculos mais divertidos e populares do Zoo, combinando, numa só apresentação, acrobacias e informações sobre as características e comportamentos destes dóceis e simpáticos animais.

 

As exibições têm uma duração de 45 minutos, mas que parecem 10. O entusiasmo das crianças no colo dos pais alia-se às gargalhadas e aos ‘uau’ que saem das suas pequenas bocas. Mas não pense que este é um espetáculo só para crianças, até os mais velhos se regozijam com as proezas dos quatro cetáceos que, apesar de não terem nascido em terras lusas, parece sentirem-se em casa, ao reproduzirem muitos dos seus comportamentos naturais, como transportar objetos e brincar na água, durante os espectáculos.

 

O fascínio pelos mediáticos golfinhos e leões-marinhos é tanto que, no final do show, crianças e adultos fazem fila para tirar fotografia com estes animais.

 

Agora já tem onde deixar o seu animal exótico quando for de férias

 

Começam a nascer por todo o País hotéis onde pode deixar os seus animais de companhia quando for de férias. Contudo, o Pet Hotel, localizado no Jardim Zoológico de Lisboa, não recebe só animais domésticos, como cães e gatos. Recebe também aves, roedores e até répteis. Uma mais-valia para os amantes de animais exóticos, que a partir de agora podem contar com uma equipa de médico-veterinários com vasto conhecimento na área.

 

Recuperar energias no restaurante Savanna

O Zoo de Lisboa tem várias espaços para recuperar energias. O mais recente é o Parque de Merendas, onde pode levar a lancheira e fazer uma refeição mais em conta para toda a família. Contudo, também pode almoçar ou lanchar no Savanna, um restaurante self-service com cafetaria, onde poderá desfrutar de uma refeição equilibrada e saudável e ainda fazer uma pausa relaxante. O ambiente tranquilo e a oferta gastronómica vai agradar filhos, pais e avós. Há menus que incluem sopa, prato principal, bebida e sobremesa adequados a todas as carteiras. Com capacidade para 240 pessoas, este espaço pode ser também palco para eventos particulares ou de empresas. Além destas duas possibilidades, o Jardim Zoológico de Lisboa oferece também serviços como cafetaria, geladaria e até o conhecido restaurante de fast-food norte-americano McDonald’s.

 

Preços, parcerias e atividades em família

Em tempos de crise, a visita ao Zoo deixou de ser por impulso e passou a ser um programa planeado. Os preços, geralmente fixos, variam se for cliente de parceiros do Zoo, como a CP e a Caixa Geral de Depósitos.

 

As visitas de estudo também têm preços especiais, que podem ser consultados no site do espaço. Além das entradas, há atividades que têm um custo acrescido, mas que despertam o interesse de cada vez mais pessoas.

 

As festas de aniversário, com programas adequados a várias idades e diferentes bolsos, conquistam os mais novos, mas são os Sábados Selvagens – percurso temático com visita a bastidores, onde pode descobrir os processos diários de tratamento e alimenta- ção dos animais – que conquistam toda a família.

 

Preços

Crianças até 2 anos – grátis

Criança (3-11 anos) 13,50 €

Adulto – 19,00 €

Sénior (+65 anos) 15,00 €

Morada

Rua Marechal Humberto Delgado, 1549-004 Sete Rios

Telefone 217 232 910

Site www.zoo.pt

 

Já há três anos tinha escrito sobre o Jardim Zoológico no Perdida por Lisboa. Clique aqui para recordar o post.




Quem é a 'Perdida'?

Perdida nas redes

Perdida no Facebook

Perdida na Zomato

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow