Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Perdida por Lisboa

A capital vista pelos olhos de uma açoriana...

Perdida por Lisboa

21
Out17

Santa Maria, a ilha amarela

NNC

SantaMaria1.jpg

                                                                                                                                                                                                              Crédito: Pixabay

Já fui duas vezes a Santa Maria e a impressão que tenho é que é a menos açoriana das ilhas. Raul Brandão chamou-lhe de Amarela, por ser a única ilha dos Açores com praias de areia dourada. Mas Santa Maria é muito mais do que isto. Tem uma paisagem bipolar, com um lado seco e árido e outro em vários tons de verde.

 

É a mais antiga do arquipélago e por isso apelidada de ilha-mãe. Foi a primeira a ser colonizada e, ao contrário das outras ilhas, não tem vulcanismo ativo. É a mais oriental, a mais quente e com o verão mais longo. As suas águas cristalinas chegam aos 25 graus no verão permitindo mergulhos até durante o inverno. Tem as melhores e mais doces meloas e um Centro de Controlo Oceânico que vigia todo o espaço aéreo entre Nova Iorque e Lisboa. Apesar disso, para lá chegar, terá de fazer escala em São Miguel.

 

SATA tem voos diários de Ponta Delgada para Santa Maria que duram cerca de 15 minutos e custam aproximadamente 50 euros.

 

O que não pode perder:

Praias douradas – Esta é a única ilha da região que em vez de areais de cor negra tem areia branca. A praia de São Lourenço é muitas vezes comparada ao Algarve e, em 2013, o jornal ‘The Guardian’ elegeu a praia Formosa como uma das 20 mais bonitas do Mundo.

 

Mergulhar com jamantas e tubarões-baleia

whale-shark-281498_1280.jpg

                                                                                                                                                                                                                 Crédito: Pixabay

Um das experiências mais procuradas pelos mergulhadores que visitam os Açores é poder mergulhar com jamantas, que nadam tranquilamente a poucos metros de profundidade junto à Baixa do Ambrósio, em Santa Maria. Durante o mergulho, com garrafa ou em apneia, pode ser surpreendido pelo maior peixe do Mundo. É que os tubarões-baleia adoram as águas cristalinas e quentes da região. Os melhores meses para fazer estes mergulhos são entre junho e novembro. O preço varia entre os 35 e os 200 euros e pode fazer marcação com uma das seguintes empresas: MantamariaParalelo ou Dollabarat Sub.

 

Pico Alto – É no ponto mais alto da ilha que se tem percepção da dupla personalidade da paisagem de Santa Maria. A zona oriental tem vegetação densa e a zona ocidental uma costa árida. Em dias de bom tempo, consegue avistar a vizinha ilha de São Miguel.

 

Poço da Pedreira – Antiga pedreira onde foram exploradas escórias basálticas para a construção das tradicionais casas de Santa Maria. Na base das paredes verticais, de tons avermelhados, formou-se um lago tornando o lugar ainda mais pitoresco e curioso.

 

Ribeira de Maloás – Esta ribeira é uma das mais belas formações com que a atividade vulcânica presenteou a ilha de Santa Maria e todo o arquipélago dos Açores. A queda de água, com cerca de 20 metros de altura, que corre sobre uma formação geológica resultante do contacto do mar com uma escoada lávica, faz com que este local seja ideal para iniciantes na prática de canyoning.

 

Barreiro da Faneca 

Faneca.jpg

                                                                                                                                                                                           Crédito: Turismo dos Açores

Apelidada de ‘Deserto Vermelho’, esta superfície árida e argilosa de cor avermelhada constitui a única paisagem desértica dos Açores.

 

Ilhéus das Formigas – Tal como já referi quando vos falei do Pico aqui, navegar no mar dos Açores é um dos melhores programas familiares da região. Em Santa Maria, o passeio pode incluir uma passagem pelo Ilhéu do Romeiro ou uma visita aos ilhéus das Formigas.

 

Cascata de Aveiro – Para chegar a esta cascata, tem de atravessar um passadiço por cima de um pequeno lago com patos que vai adorar. Mas é no final do percurso que vai ficar de boca aberta: uma imponente queda de água com cerca de 100 metros de altura que termina num lago, onde poderá dar um refrescante mergulho.

 

Grande Rota – Cinco trilhos unidos num só com 78 km (a ilha tem 97) que pode fazer por fases. Os percursos podem durar entre 4h30 e 8h00.

 

Observação de Aves – Tal como já vos falei no post sobre o Corvo, o arquipélago dos Açores é cada vez mais procurado por birdwatchers. Santa Maria é a ilha mais privilegiada para a observação de aves. Pode observar mais de 221 espécies, entre as quais, 25 endémicas. Se tiver sorte, pode conseguir tirar uma fotografia à estrelinha-de-santa-maria, a mais pequena ave europeia. Saiba mais aqui: Smatur.

 

Ermida dos Anjos

Anjos.jpg

                                                                                                                                                                                         Crédito: Turismo dos Açores

Os marienses juram a pés juntos que este é o templo mais antigo dos Açores e que foi aqui que a tripulação de Cristóvão Colombo rezou na viagem de regresso após o descobrimento da América. Dentro do edifício há uma vara, de 1675, que serviu para chicotear os piratas quando estes queriam levar os habitantes da ilha como escravos.

 

Onde e o que comer:

Pipas – Espaço rústico e acolhedor, que serve pratos da gastronomia típica, com destaque para os grelhados no carvão, peixe fresco, carne e enchidos da ilha e ainda para a doce e famosa meloa de Santa Maria (Facebook)

Central Pub – Este bar concentra vários serviços num só espaço. Serve pequenos-almoços, refeições ligeiras, pizzas de comer e chorar por mais, música ao vivo em alguns fins de semana e karaoke noutros. Além disto, é o bar mais frequentado da ilha e onde, ao fim de semana, pode encontrar clientes de todas as idades (Facebook)

Concorde – Localizado em pleno aeroporto, este restaurante oferece uma ementa ‘low cost’ e refeições ‘à la carte’. A ementa varia consoante os produtos frescos do dia, mas há sempre marisco, peixe fresco e carne açoriana de alta qualidade (Facebook)

Onde dormir:

Casa da Avó – Se quer usufruir da tranquilidade de Santa Maria, a Casa da Avó é o sítio ideal. Aqui convivem, em plena harmonia, a decoração tradicional e o conforto da modernidade (Facebook)

Charming Blue – É o hotel mais recente de Santa Maria. Foi inaugurado em 2016 e transformou-se desde logo num dos alojamentos mais procurados pelos turistas. Além da estadia, numa antiga casa senhorial do século XIX, o hotel tem também um dos melhores restaurantes da ilha: o Mesa d’Oito (Facebook)

Festas:

Nossa Senhora da Assunção – As festas em honra da padroeira da ilha decorrem a 15 de agosto.

Maré de Agosto – É o festival mais conhecido dos Açores. Tem fama internacional e tem lugar todos os anos na Praia Formosa.

 

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

 

Quem é a 'Perdida'?

foto do autor

Perdida nas redes

Perdida no Facebook

Perdida na Zomato

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow