Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Perdida por Lisboa

A capital vista pelos olhos de uma açoriana...

Perdida por Lisboa

23
Set17

A Rota de Tapas voltou!!!

NNC

Estrella-Damm-Rota-de-Tapas (2).jpg

 

 Ah pois é! Começou na quinta-feira mais uma Rota de Tapas Estrella Damm e temos até dia 8 de outubro para andar por Lisboa a comer tapas e a beber cerveja por apenas 3 euros.

 

Tal como vos tinha explicado em maio aqui, adoro esta iniciativa. É que além de poder conhecer novos restaurantes (e se gostar, voltar lá para uma refeição mais composta), posso andar de bairro em bairro à boleia gratuita de um tuk tuk e quem sabe ainda ganhar uma viagem a Barcelona (saiba como aqui). Uma boa forma de dar as boas-vindas ao Outono e de nos despedirmos do Verão, não é verdade?!

 

Normalmente gasto 9 euros, vou a três sítios diferentes e fico satisfeita. Nesta edição, a 10ª do evento e a segunda deste ano, são 29 os espaços aderentes na capital.

 

A Zomato tem uma coleção dedicada ao evento onde pode conhecer os restaurantes e as tapas que cada um oferece. Eu selecionei as dez que na minha opinião são as mais atrativas.

 

 

TOP 10 da 10ª Edição da Rota de Tapas Estrella Damm

  1. Pop Out The Can - Não Há Duas Sem Três (bacalhau à brás, bacalhau com natas e bacalhau à Pop Out em folhadinhos no forno)
  2. A Maria Não Deixa – Cogumelos Surpresa (cogumelos panados recheados com iguarias portuguesas)
  3. Meet Us Ao Carmo – Pica Prego na Batata (pica-pau que é um prego na batata com ovo a cavalo e molho de cebola)
  4. Bossa – Escondidinho de Camarão com Queijo da Serra (camarão gratinado em creme de mandioca e queijo da Serra)
  5. Croissant Gigante – ¼ (1/4 de um croissant gigante de rúcula, chévre, mel e pinhão com opção de Nutella)
  6. Os Bons Malandros – Taquitos (porco desfiado, tomate e cebola em pão de milho)
  7. Velha Gaiteira – Chamei-lhe um Figo!! (lombinho de porco ibérico com queijo chévre e doce de figo acompanhado de puré de batata-doce, abóbora e maçã reineta aromatizado com lima)
  8. Tapa Bucho – Regresso do Rabo de Boi (tortilha de rabo de boi desfiado com creme de queijo da ilha e bacon)
  9. Um Elétrico chamado Tágide – Carne à Ribatejana com Pickles e Geleia de Pimentos (carnes de porco grelhadas, temperadas com azeite, coentros, alho e limão)
  10. Arco da Velha - Tapa Amiga (tapa amiga de marisco)
20
Set17

Uma cafetaria para desejar… devagarinho

NNC

Wish (2).jpg

Começou como uma loja de decoração e acessórios e hoje é uma das cafetarias mais bonitas de Lisboa. Na Wish Slow Coffee House a arte conjuga-se em vários sentidos. Dá prazer a olhar, deleita o palato e afaga o coração.

 

O espaço tem uma decoração nórdica e clean, com pormenores que nos acolhem e nos fazem querer permanecer… a desejar e a saborear devagarinho cada produto e cantinho.

 

Os artigos para a cozinha, os stickers para as paredes, os candeeiros, os postais e até algumas peças de roupa convivem lado-a-lado com deliciosos sumos naturais, saladas, tábuas e bruschettas variadas, bagels criativos e até gelados. Mas é o café o ex-líbris da Wish. Aliás, o slow coffee, que é como quem diz…café de saco, torrado semanalmente, passado com paciência e para degustar nas calmas. Tal como em casa das minhas avós… com aquele aroma agradável que nos aquece a alma.

 

Para acompanhar o café há umas deliciosas mini panquecas holandesas que têm como nome próprio poffertjes. Há vários toppings para colocar por cima, mas eu prefiro apenas com açúcar em pó. Se preferires adoçar a boca de outra forma, podes sempre pedir um scone quentinho com doce e manteiga ou uns mini donuts caseiros.

 

E como não podia deixar de ser, a Wish também tem brunches, com a mais-valia de serem servidos todos os dias (consultar na Zomato) e serem muito em conta.

 

O melhor disto tudo é que agora pode desejar tudo em dose dupla. Além do espaço no LX Factory, em Alcântara, a Wish está também no Chiado, junto ao Teatro da Trindade.

 

Informações:

Facebook Wish Slow Coffee House

Horário Segunda a quinta: 8h30 -19h30; sexta: 8h30 - 20h30; sábado e domingo: 9h30 - 20h30

Morada LX Factory, Rua Rodrigues Faria, 103, Alcântara / Largo da Trindade, 17, Chiado

 

 Wish Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

 

 

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

10
Set17

Até Madonna se perdeu de amores por Lisboa

NNC

Lisboa (2).jpg

 

“Como é que foste capaz de deixar o sossego dos Açores e vir para a selva?”

 

É uma pergunta que me fazem mais vezes do que esperava… Mas de tantas vezes já ter retorquido, a resposta já está na ponta da língua: “sou como o Marco Paulo, tenho dois amores”. É uma resposta curta  (e um bocado parva...) eu sei, mas é a melhor e mais sincera explicação que posso dar.

 

Tenho orgulho em ser ilhéu e em ser natural do arquipélago mais bonito do mundo e ao qual dou cada vez mais valor, não só pelas paisagens deslumbrantes (algumas das quais já vos mostrei aqui), mas também pela qualidade de vida que se vive na região. O sossego e a paz que se vive nos Açores são difíceis de encontrar noutro lugar.

 

Mas como não apaixonar-me por Lisboa?

Em 1998 vim a Lisboa e foi amor à primeira vista. Muito antes de a nossa capital estar moda já eu desejava com todas as forças viver aqui. Não tinha percepção de quão caro é viver nesta cidade, do trânsito, da falta de lugares para estacionar, da loucura do dia-a-dia, do quão pode ser frustrante ver alguns amigos de meses a meses e de não conseguir fazer nem 1% do que a cidade oferece… mas como não gostar de um lugar que nos presenteia com 220 dias de sol por ano, que tem uma luz fantástica (que se torna ainda mais encantadora ao pôr-do-sol), que a cada canto esconde uma história e uma novidade, que têm 1001 programas para 1001 pessoas diferentes, que todos os dias vive intensamente com eventos que preenchem as ruas, que é livre e deixa-nos ser quem somos?

 

Lisboa é tudo isto e muito mais. Eu não deixei os Açores, apenas optei por ter dois lares muito diferentes e distantes. Vou ser sempre açoriana… mas o meu coração é também alfacinha. E isto não é estranho… até a Madonna, que é a Madonna… se perdeu de amores por Lisboa, não é verdade?!

 

 

Lost in Lisbon........ 😍🇵🇹

Uma publicação partilhada por Madonna (@madonna) a

 

 

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

 

04
Set17

Out Fest 2017: música com flamingos

NNC

cartazoutfest2017.jpg

 

Eu sei que é segunda-feira e que a semana mal começou mas... já tens planos para o próximo fim-de-semana? Não?

 

Então aqui vai uma grande sugestão: Out//Fest 2017

 

Nos dias 9 e 10 de setembro o Parque Marechal Carmona em Cascais, vai encher-se de música soul, eletrónica, flamingos e muita alegria. Depois do sucesso em 2016 do Out Fest, o evento volta a reunir nomes nacionais e internacionais num só espaço.

 

Afonso, Ramboiage, Francisco Tristano e Vahagn&TheSky Peolpe são alguns dos nomes em cartaz que vai poder ver entre as 14h00 e 00h00 de sábado e domingo.

 

O conceito é uma das grandes novidades do festival deste ano. A organização aproveitou o sucesso dos flamingos e tornou-os a mascote oficial de 2017. Serão colocados cerca de 30 destes coloridos insufláveis no recinto.

 

O bilhete diário tem um custo de 10€ enquanto que o passe para dois dias custa 15€.

 

Brunch no Sheraton Cascais Resort  no último dia do festival

No último dia do Out Fest tens também a oportunidade de fazer um pré-aquecimento para o festival no Sheraton Cascais Resort com um pacote que inclui brunch, música e mergulhos na piscina do hotel.

 

A música ficará a cargo do DJ Rykardo, acompanhado pelo trompetista Ricardo Pinto – um duo que traz a palco, entre as 13h00 e as 15h00, ritmos soul, funk e jazz.

 

O preço por pessoa é de 49€ para adultos, 25€ para crianças, com mais de 4 anos (gratuito até aos 4 anos).

 

Se preferires apenas tomar um copo, poderás disfrutar do concerto enquanto bebes uma garrafa de vinho por 25€ (duas pessoas).

 

 

 

 

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

 

 

18
Jul17

Kimya perfeita entre cocktails e petiscos

NNC

20182576_1806986292661959_698976355_n (2).jpg

 

Se as aulas de química eram para si um misto de atração pela reações dos elementos e repulsa pelas complicadas equações está na hora de recordar apenas a parte boa no recém-inaugurado gastro-bar do Sheranton Cascais.

 

O Kimya é um laboratório, com ambiente cosmopolita e luzes néon, onde coexiste a química perfeita entre cocktails de assinatura e uma explosão de paladares oferecido pelo conceito único da gastronomia molecular. Aos efeitos visuais que prendem a atenção de quem por ali passa junta-se os sabores e texturas inovadores que tornam a simples definição de beber um cocktail e comer um petisco em algo único. Ninguém fica indiferente a estas reações, mesmo que por vezes as papilas gustativas estranhem.

 

pjimage (9).jpg

 

O responsável pelos cocktails é o chef de bar italiano Alex Ravara que entre copos com gelo, garrafas de bebidas, provetas e tubos de ensaio fumegantes explica os oito cocktails disponíveis na carta.  Entre eles destacam-se o E=MC2, a versão molecular da tradicional Margarita, com um toque fumado e picante, o Nordic Summer Jasmin servido com caviar de romã suspenso, o Oliva que se assemelha a um Martini pelas azeitonas mas que junta ainda anchovas, azeite, gin e bitter de laranja e o DIY que desafia o consumidor a fazer o seu próprio cocktail.

 

pjimage (10).jpg

 

Depois de criados os cocktails, foi a vez de conceber um menu que combinasse com a carta das bebidas. A ementa está dividida em seis áreas: Átomos (entradas), Agronomia (sugestões com frutas e legumes), Moléculas (conjuntos de dois ou mais Átomos), Biologia Marítima (organismos do mar), Proteína (carne) e Ensaio Doce (sobremesas). Se preferir pode optar por um dos dois menus de degustação, o Lavoisier ou Relatividade Especial. Neles há esferificações de azeitona que explodem em contacto com a língua, gaspacho de frutos vermelhos com pepino, biqueirão avinagrado, tataki de atum, cornetos de camarão, borrego corado com puré de cenoura, entre outros. O que não pode mesmo deixar de experimentar é o cheesecake de abacate com espuma de frutos vermelhos.Os pratos são confeccionados por Bruno Carapinha, um chef com apenas 20 anos mas com mãos de um experiente cientista.

 

Além da sala de estar, este gastro-bar tem também uma esplanada onde poderá desfrutar desta experiência nova e inovadora num ambiente fresco e ideal para o verão.

 

Informações:

Facebook Kimya

Horário:Todos os dias das 18h00 à 2h00

Morada: Sheraton Cascais Resort, Rua das Palmeiras, Lote 5, Guincho, Cascais

 

Kimya Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

 

Saiba mais sobre o Kimya no meu artigo publicado no site do Correio da Manhã aqui

 

Quem é a 'Perdida'?

foto do autor

Perdida nas redes

Perdida no Facebook

Perdida na Zomato

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow