Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Perdida por Lisboa

A capital vista pelos olhos de uma açoriana...

Perdida por Lisboa

25
Mai17

Vamos tapear?

NNC

rota1.png

 

Se há evento que aguardo sempre com ansiedade é a Rota de Tapas Estrella Damm. E já começou! Para quem não conhece eu passo a explicar para que percebam toda esta minha euforia.

 

Duas vezes por ano, durante duas semanas, pode experimentar uma tapa e beber uma cerveja em vários restaurantes de Lisboa por apenas 3 euros. Ah! E ainda pode ir à boleia (gratuita) de um tuk tuk. Para mim esta é uma forma de conhecer novos restaurantes e, se gostar, voltar lá para uma refeição mais composta.

 

Algumas experiências correm bem, outras nem por isso, mas como é barato vale mesmo a pena experimentar. Normalmente gasto 9 euros, vou a três sítios diferentes e fico com a barriguinha cheia.

 

Nesta edição - que dura até dia 4 de junho -  são 29 os restaurantes e bares, espalhados pelo Rossio, Bairro Alto, Príncipe Real e Cais do Sodré, que aderiram a este "rali tascas" gastronómico. As tapas variam de espaço para espaço, mas esta edição tem sobretudo hambúrgueres e petiscos com pão. Se por um lado é uma desvantagem, por outro é bom para quem tem mais fome.

 

Nove tapas que chamaram a minha atenção nesta edição:

  1. Restaurante Reserva - ‘Tática do Reserva’: porco assado lentamente no forno com molho barbecue, ananás grelhado e queijo provalone em bola rústica.
  2. Storik – ‘Duelo de Rolinhos’: rolinhos com chourição, cogumelos frescos, queijo 100% mozarela e base de pizza.
  3. Arco da Velha – ‘A Tapa Porca’: tirinhas de porco fritas sobre base de pão e molho.
  4. Koppu – ‘Gua Bao com Galinha Marinada’: galinha marinada, assada e servida em pão cozido a vapor com pepino, alho francês marinado em vinagre de arroz, molho toukotsu e crocante de sésamo.
  5. Bossa – ‘Brasileirinho’: espetadinha de churrasco de picanha, croquete de arroz, croquete de feijoada, mandioca palha e vinagre picante.
  6. Tapa Bucho- ‘Slowpy Jo’: pá de porco assada a baixa temperatura com molho de barbecue Damm em pão bijou.
  7. Tasca do Lado - ‘Tapa à Portuguesa’: lombinho de porco com batata-doce, laranja, chalota e alho esmagado e picado
  8. Croissant Gigante  - ‘Tapas Misto’: três croissants salgados (com salmão e creme de queijo, outro com presunto e queijo da serra, outro com queijo de cabra e pera) e dois doces (chocolate e caramelo salgado e doce de ovo com fios de ovos).
  9. A Maria não Deixa – ‘Dueto Português’: dois croquetes com sabores típicos portugueses, um de alheira e outro de bacalhau.

 

A Zomato tem uma coleção dedicada ao evento onde pode ver todos os restaurantes aderentes e as tapas que cada um oferece. 

 

Tuk tuk gratuitos

Os tuk tuk são gratuitos e transportam-nos de bairro para bairro. Estão disponíveis das 19h00 e as 23h00, de quinta a sábado, nos terminais Cais do Sodré, Rua Garret e Miradouro de São Pedro de Alcântara. Podem levar até seis pessoas e cada um dos viajantes precisa ter pelo menos um carimbo no passaporte da rota (este ‘documento’ está disponível à porta dos espaços aderentes e é carimbado depois de comer a tapa).

 

Passaporte para Barcelona

Quem conseguir juntar três carimbos de diferentes restaurantes pode habilitar-se a ganhar uma viagem a Barcelona para duas pessoas. Basta seguir as regras explícitas no passaporte e colocar o folheto numa das tômbolas existentes nos espaços.

 

Outras cidades

Depois de vários anos em Barcelona, cidade onde nasceu a Rota de Tapas, o evento lançou-se na capital portuguesa há quatro anos. Alargou-se, entretanto, ao Porto, a Braga e este ano, pela primeira vez, realiza-se também no Algarve, mais precisamente na cidade de Faro.

Quem é a 'Perdida'?

foto do autor

Perdida nas redes

Perdida no Facebook

Perdida na Zomato

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow