Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Perdida por Lisboa

A capital vista pelos olhos de uma açoriana...

Perdida por Lisboa

16
Abr18

Guilty (pleasure)

pita.jpg

Se há pecado do qual não importo de sentir culpada é o da gula. E o Guilty By Olivier, junto à Avenida da Liberdade, promove isso mesmo. Aqui ninguém jura inocência. Os pecados estão à mesa assim como no bar e até nas famosas Noites Guilty, onde a gula não só se senta à mesa, como também dança e provoca.

 

O espaço já tem alguns anos, mas continua a ser um dos spots mais trendy de Lisboa. Nas mesas há pessoas jovens e bem vestidas, tal qual ‘bon vivants’ que não se importam de pagar por isso. A decoração é urbana com toques industriais. Há enormes fornos e paredes de caixas de vinho, mesas redondas ou compridas para grupos esfomeados e uma luz que nos faz sentir confortáveis o suficiente para lamber as mãos, sem, contudo, perder o sentido dos olhos que também comem.

 

Já tinha entrado no Guilty para beber um copo, mas nunca tinha lá jantado. Fui a convite da Right Buddy, na semana passada, e finalmente percebi porque é que o espaço continua a estar na moda apesar dos anos terem passado.

 

Guitly food

Provei vários pratos. Todos bem servidos, com muitas calorias e bastante criatividade. Das entradas destaco os carpaccios de novilho, polvo e salmão e o rolinho guilty - uma seleção de queijos, presunto e pasta de trufa preta embrulhados com massa de pizza -, que é para mim o ex-líbris da carta.

 

Como prato principal optei pela pita guilty (peito de frango panado, manga, abacate, tomate cereja, cebola roxa, alface, malagueta vermelha e molho picante) que está na primeira foto deste post. Estava fantástica, mas para a próxima vou pedir o esparguete Gamberini pois provei o da Alexandra e pareceu-me ainda melhor (sim, tenho de admitir que cometi também o pecado da inveja ).

 

Provei ainda a Luxuria, uma pizza com uma seleção especial de queijos, saucisson, trufa preta, cogumelos, parmesão e ainda azeite de trufa. Muito boa mesmo. A massa fina, que enche, mas não enfarda, dá superioridade aos ingredientes de luxo utilizados no prato.

 

Quanto às sobremesas destaco o crumble de maçã com gelado de baunilha e o petit gateau de chocolate.

Apesar de não ter provado os hambúrgueres, reparei que têm muito bom aspeto e que são dos pratos mais pedidos do restaurante. Há até quem entre no desafio de pedir um hambúrguer de 500 gramas que é levado à mesa com fogo de artifício. Se o cliente conseguir comer tudo em 60 minutos, não paga os 50 euros que custa o prato.

 

O preço médio é de 30€ por pessoa. Ao almoço há um menu especial por 18€ que inclui couvert, prato principal, bebida, uma bola de gelado e café.

 

Guilty by Olivier Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

 

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

 

Quem é a 'Perdida'?

Perdida nas redes

Perdida no Facebook

Perdida na Zomato

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Perdida pelo Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.