Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Perdida por Lisboa

A capital vista pelos olhos de uma açoriana...

Perdida por Lisboa

16
Abr18

Guilty (pleasure)

pita.jpg

Se há pecado do qual não importo de sentir culpada é o da gula. E o Guilty By Olivier, junto à Avenida da Liberdade, promove isso mesmo. Aqui ninguém jura inocência. Os pecados estão à mesa assim como no bar e até nas famosas Noites Guilty, onde a gula não só se senta à mesa, como também dança e provoca.

 

O espaço já tem alguns anos, mas continua a ser um dos spots mais trendy de Lisboa. Nas mesas há pessoas jovens e bem vestidas, tal qual ‘bon vivants’ que não se importam de pagar por isso. A decoração é urbana com toques industriais. Há enormes fornos e paredes de caixas de vinho, mesas redondas ou compridas para grupos esfomeados e uma luz que nos faz sentir confortáveis o suficiente para lamber as mãos, sem, contudo, perder o sentido dos olhos que também comem.

 

Já tinha entrado no Guilty para beber um copo, mas nunca tinha lá jantado. Fui a convite da Right Buddy, na semana passada, e finalmente percebi porque é que o espaço continua a estar na moda apesar dos anos terem passado.

 

Guitly food

Provei vários pratos. Todos bem servidos, com muitas calorias e bastante criatividade. Das entradas destaco os carpaccios de novilho, polvo e salmão e o rolinho guilty - uma seleção de queijos, presunto e pasta de trufa preta embrulhados com massa de pizza -, que é para mim o ex-líbris da carta.

 

Como prato principal optei pela pita guilty (peito de frango panado, manga, abacate, tomate cereja, cebola roxa, alface, malagueta vermelha e molho picante) que está na primeira foto deste post. Estava fantástica, mas para a próxima vou pedir o esparguete Gamberini pois provei o da Alexandra e pareceu-me ainda melhor (sim, tenho de admitir que cometi também o pecado da inveja ).

 

Provei ainda a Luxuria, uma pizza com uma seleção especial de queijos, saucisson, trufa preta, cogumelos, parmesão e ainda azeite de trufa. Muito boa mesmo. A massa fina, que enche, mas não enfarda, dá superioridade aos ingredientes de luxo utilizados no prato.

 

Quanto às sobremesas destaco o crumble de maçã com gelado de baunilha e o petit gateau de chocolate.

Apesar de não ter provado os hambúrgueres, reparei que têm muito bom aspeto e que são dos pratos mais pedidos do restaurante. Há até quem entre no desafio de pedir um hambúrguer de 500 gramas que é levado à mesa com fogo de artifício. Se o cliente conseguir comer tudo em 60 minutos, não paga os 50 euros que custa o prato.

 

O preço médio é de 30€ por pessoa. Ao almoço há um menu especial por 18€ que inclui couvert, prato principal, bebida, uma bola de gelado e café.

 

Guilty by Olivier Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

 

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

 

27
Mar18

Uma loja de sushi com take away

 

Tive o prazer de conhecer o espaço Sushi Shop durante um Gold Meetup da Zomato onde um Sushiman ensinou alguns passos da confecção desta iguaria. Além da engraçada experiência, também fiquei a conhecer esta loja e alguns dos produtos disponíveis para encomendar.

 

O espaço interior é relativamente pequeno, visto que, a Sushi Shop, tal como o próprio nome indica, é uma loja, ou seja, apesar de poderes usufruir da refeição ali mesmo (ou numa das duas esplanadas do estabelecimento), o conceito original é de take away e delivery. A Sushi Shop trabalha com várias plataformas de entrega de comida, mas também faz as suas próprias entregas para toda a cidade de Lisboa, o que eu achei ótimo porque a Uber Eats ainda não entrega na minha zona residencial.

 

Quanto ao sushi, achei que, além dos clássicos onde se nota a frescura e qualidade dos produtos utilizados, há várias e criativas opções de fusão que primam pelo bom gosto e originalidade. Destaque para os nigiris de dourada com pesto de salva, erva cidreira e chá fumado, para os signature rock and roll e para os dragon roll.

 

Para a próxima quero experimentar os California de queijo de cabra, chá verde, matcha e bergamota e os Signature de atum, maçã verde, edro e sobacha.

 

O preço médio para duas pessoas é de cerca de 30 euros. Para provares, basta encomendares aqui.

 

Sushi Shop Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

 

13
Mar18

10 coisas para fazer com o animal de estimação em Lisboa

 

james-barker-560319-unsplash.jpg

                                                                                                                                                                                Photo by James Barker on Unsplash

 

 

Lisboa está cada vez mais amiga dos animais de estimação. Por toda a capital tem nascido parques caninos para os amigos de quatro patas se divertirem, assim como, outras atividades para donos e cães/gatos fazerem em conjunto. Recentemente, foi aprovada uma lei que autoriza que os animais de companhia possam entrar em estabelecimentos comerciais desde que devidamente sinalizados. A lei entra em vigor em maio, mas ficam já aqui algumas sugestões para fazer até lá.

 

1 - Ir às compras

O Centro Comercial Alegro,em Alfragide, foi o primeiro shopping português a tornar-se ‘dog-friendly’. Para ires às compras com o teu cão basta registares o animal na primeira visita ao shopping. O registo é feito no balcão de informações onde terás de mostrar o teu cartão de cidadão, o boletim de vacinação do animal, o registo do microship, a licença municipal e o seguro de responsabilidade civil. No máximo podes levar dois cães e só podes entrar nas lojas que se identifiquem como ‘pet friendly’. Ah! E não te esqueças da trela não extensível ou das bolsas próprias para o animal. Mais informações aqui.

 

2 - Levar o cão ao Pavilhão do Conhecimento

Até agosto deste ano poderás participar com o teu cão num estudo-piloto chamado Passaporte Canino a decorrer, todos os domingos, no Pavilhão do Conhecimento, no Parque das Nações. O objetivo é analisar a relação entre o tutor (tu) e o animal durante a visita, assim como o comportamento do canito ao ser confrontado com estímulos externos. Para ter acesso a este passaporte gratuito tem de ter em dia todos os documentos do animal e utilizar uma trela não extensível. A admissão está vedada a cães doentes, com o cio ou a raças potencialmente perigosas. Lê aqui o regulamento completo.

 

3 - Um ‘date’ no restaurante

Apesar de a lei só entrar em vigor a partir de maio, alguns restaurantes de Lisboa já deixam entrar animais de companhia nos seus espaços. Por exemplo:

Fábulas (Chiado)

Quiosque da Avenida de Roma (Areeiro)

Noobai (Bairro Alto)

Café na Fábrica (LX Factory, Alcântara)

Peter Café Sports (Parque das Nações)

 

4 - Fazer amigos no parque

Há cada vez mais parques caninos em Lisboa. Esta é uma boa atividade para fazeres com o teu animal. É que além dele se divertir com outros cães, tu também podes ter a sorte de conhecer alguém especial. Aqui ficam cinco sugestões de parques bem frequentados:

Jardim do Campo Grande (junto à Av. Brasil)

Parque Bensaúde (Benfica)

Praça de São João Bosco (Estrela)

Cerco da Graça (Graça)

Jardim Fernando Pessa (Areeiro)

 

5 -  Levá-lo ao SPA

gato.jpg

                                                                                                                                                                                Photo by Cat Mapper on Unsplash

 

Apesar da maioria das atividades serem para cães, porque estes gostam mais de passear do que os felinos, o Spa do Bicho também trata do teu gato. Este serviço de banhos e tosquias ao domicílio para animais domésticos conta com uma equipa de profissionais com anos de experiência no ramo do cabeleireiro canino e felino. Os serviços são feitos dentro de uma carrinha devidamente equipada com água aquecida, ar condicionado e até música para deixar o animal ainda mais animado. É só marcar e eles aparecem à sua porta.

 

6 - Treinos a dois ou a quantos quiser

Cada vez mais pessoas procuram treinar os seus animais de companhia. Mas, tal como as crianças, para conseguir melhorar a educação do cão/gato esta deve ser uma tarefa feita em conjunto. Quando treinas o teu cão melhoras a comunicação com ele e isso ajuda-te a compreendê-lo melhor assim como a criar uma relação de respeito mútuo. Em Lisboa já temos imensas “escolas” que têm este tipo de treinos. Aqui estão cinco:

Pet B Havior

Além da Trela

Pet&Cia

Caniroa

Quinta da Patada

 

7 - Andar de metro

O Metro de Lisboa é amigo dos animais e permite que os nossos cães/gatos nos acompanhem, desde que não sejam considerados perigosos e estejam saudáveis. A trela não deve ser extensível e o cão deve estar com açaime. O dono deve levar sempre o boletim de vacinas e a licença municipal do animal. Saiba mais aqui.

 

8 - Ai o primeiro dia de creche

Uma pessoa tem de trabalhar não é verdade?! E por mais que custe, tem deixar os canitos por algumas horas. Uma das grandes vantagens de a sociedade estar cada vez mais sensibilizada com a qualidade de vida dos animais de estimação é o surgimento de cada vez mais empresas que ajudam a cuidar do seu cão. As creches são uma boa ajuda. Deixam-te descansado enquanto o “pequenito” diverte-se com outros animais. Vá, no primeiro dia as lágrimas podem correr, mas ao fim do dia vai valer a pena. Aqui vai uma lista com algumas escolas:

Cãopreensão (Olivais)

Mestre Patas (Benfica)

Instituto do Animal (Marvila)

SweetPet (Cascais

Doggy Sitter (Loures)

 

9 - Dar Banho ao Bicho

No Banho ao Bicho, em Alvalade, podes dar banho ao teu companheiro de quatro patas com toda a brincadeira e confusão inerente sem ter medo de sujar o espaço circundante. Este local foi concebido para isso mesmo e tem tudo o que vais precisar a preços bastante convidativos. Além do serviço self service (não necessita de agendamento), esta empresa conta ainda com uma equipa de profissionais para realizarem os serviços de SPA, SPA Plus e Grooming.

 

10 - Petsitting

Se vais de férias e não tens ninguém para levar o teu cão a passear ou se simplesmente estás sem tempo, liga para a minha amiga Sara. Além de os levar “à rua”, a Sara faz caminhadas de uma hora com os canitos e até jogging. Assim eles não se sentem sozinhos e vão gastar energia. Falem com ela através do 917830936. É de confiança, tem preços ótimos e adoraaa cães.

 

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

10
Fev18

Aquecer a alma no Segundo Muelle

Hoje volto a escrever sobre um dos meus restaurantes preferidos para apresentar o novo prato de inverno do Segundo Muelle (que é só divinal) e para contar-te que este espaço peruano foi considerado um dos melhores restaurantes da capital, na categoria Cozinha do Mundo, no concurso Lisboa À Prova.

 

Toda a equipa que trabalha no Segundo Muelle merece realmente este prémio. Desde o atendimento aos pratos aqui tudo é excelente.

 

Tal como contei anteriormente aqui, o Segundo Muelle é um restaurante que nasceu em Lima, mas que rapidamente se estendeu um pouco por todo o mundo. Chegou a Portugal no final de 2016 e desde aí que tem espalhado charme por Lisboa.  A carta tem à volta de 20 pratos onde os sabores peruanos se misturam com a gastronomia mediterrânica, oriental e crioula.

 

Além dos ceviches fantásticos e das outras iguarias que já falei no post anterior, o restaurante lançou no inverno um novo prato inspirado no mar. O ‘Risotto de Quinua a La Marinera’ é constituído por um risotto cremoso de quinoa, perfumado com vinho branco e queijo parmesão, e enriquecido com cogumelos, espinafres e ervilhas, acompanhado com uma seleção de mariscos salteados e ricos em aromas ‘anticucheros’.

 

Uma boa sugestão para os meses mais frios que pode ser acompanhada por cocktails peruanos, como o Pisco Sour.

 

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

06
Fev18

Dez propostas para um Dia dos Namorados menos aborrecido (para solteiros também)

azrul-aziz-14815.jpg

                                                                                                                                                                                      Photo by Azrul Aziz on Unsplash

 

O dia mais romântico do ano está quase a chegar. Por todo o lado há prendas pirosas (que eu tenho de ser sincera… adoroooo) e propostas de jantares banais que podes fazer durante todo o ano com a tua cara-metade. Por isso decidi reunir aqui uma lista de sugestões para que este dia seja realmente especial.


Ah! Claro que não me esqueci dos encalhados como eu. Nesta lista há também programas para solteiros que se amam muito  hehe

 

1 - Jantar numa gruta
Não é em Lisboa, mas fica a um saltinho! E aposto que todos os quilómetros vão valer a pena quando vires a cara do teu amor ao perceber que vai jantar dentro das grutas de Mira de Aire, consideradas uma das Sete Maravilhas Naturais de Portugal. O jantar, organizado pela empresa Grand’ Ideia, custa 180€ por casal e inclui entrada, prato principal (carne, peixe ou vegetariano), sobremesa e bebida. As reservas podem ser feitas através do email reservas@grandideia.pt ou 963 763 717.


2 – Festa para Solteiros no Evolution
Encalhados! Esta é para nós! O Hotel Evolution, no Saldanha, está a organizar uma festa totalmente dedicada aos solteiros. O evento é gratuito, realiza-se entre as 22h00 e a 1h00 e conta com muitas surpresas. Para já, sabe-se que vai ter músicas pirosas, uma máquina ‘Love Test, que medirá o teu estado emocional, uma Cartomante e até um Cupido, pois nunca se sabe quem pode por lá aparecer…


3 – Celebrar o Amor no Palácio da Pena
O Palácio da Pena, em Sintra, vai abrir portas na noite de 14 de fevereiro para oferecer aos enamorados um programa muito especial. O evento começa às 19h00 e inclui uma visita guiada a este que é um dos monumentos mais românticos do País. Durante a visita há um momento musical com os membros do Coro do Teatro Nacional de São Carlos. A partir das 20h30, os casais são encaminhados para o restaurante do Palácio onde lhes espera um menu com welcome drink, sopa, prato de peixe e de carne, bolo de São Valentim, vinho, espumante e café.


O preço do evento é de 95€ por pessoa e podes reservar através do email info@parquesdesintra.pt ou do número 219 237 300.


4 – Pequeno-almoço em casa com a Tigela Nova
Surpreende a tua cara metade com um pequeno-almoço na cama sem passar grande trabalho. A Tigela Nova, da qual já falei aqui, leva-te tudo a casa, dentro de um saquinho. Só tens de aquecer a água para o café e descascar a fruta. É perfeito para uma manhã de ronha.


5 – Para os atrevidos
Que tal aproveitares este dia para apimentar a tua relação? Reserva um quarto num qualquer motel com espelhos, camas ou banheiras redondas e dá asas à tua imaginação. O XROOMZ, junto ao Rossio, tem quartos temáticos que satisfazem qualquer fantasia. Até tem suites a imitar salas de cinema e aviões.


6 – Hot… hot… hot
Se preferires ficar em casa, podes sempre passar antes numa sex shop com a tua paixão. Aposto que, enquanto escolhem o vosso brinquedo ou acessório preferido, o clima vai aquecer e vão chegar a casa com ainda mais vontade de festejar o Dia de São Valentim.


7 - Speed Dating
Vá e vamos novamente aos solteiros, porque nós também merecemos comemorar o Amor.


A Speed Party, que organiza várias vezes ao ano festas para solteiros, tem o seu próximo evento agendado para dia 17 de fevereiro no Hotel Mundial, na Praça do Martim Moniz. O objetivo é conhecer pessoas do sexo oposto e conversar com elas durante 4 minutos. No fim dos encontros pode decidir se quer ou não manter o contacto com algum dos outros participantes. Há duas sessões de speed dating disponíveis. Uma para pessoas dos 24 aos 35 anos e outra para idades entre os 35 e os 40. O evento tem um número limitado de lugares por isso se tiver interesse o melhor é inscrever-se antes através do site Speed Party.


8 – Menu dedicado aos encalhados
O restaurante Cais na Preguiça, na Rua dos Bacalhoeiros, está a preparar um menu especial para os solteiros desfrutarem entre o dia 14 e 17 de fevereiro. Esta refeição especial vai ter amor negro, beija-me as bochechas, entalanço de queijo e chocolate picante (Facebook).


9 – Jantar às cegas
A empresa Grand’ Ideia juntou-se ao Chef Jorge Rodrigues para organizar um jantar onde não vê o que está a comer, proporcionando uma viagem sensorial onde o paladar e o olfato vão estar mais apurados que nunca. No ato da reserva é pedido que escolha entre o menu mediterrânico ou vegan. Durante o jantar é desafiado a tentar adivinhar o que está a comer, mas só no fim saberá o que comeu. A experiência, a realizar-se no dia 17 de fevereiro às 21h00 no Restaurante Casa do Chef, tem um preço de 45€ por pessoa. A reserva é obrigatória e pode fazê-lo através do email reservas@grandideia.pt ou do número 963 763 717.


10 - Andar de barco à vela no Tejo
O que pode ser mais romântico que uma viagem de barco ao pôr-do-sol?! A menos que a tua cara-metade enjoe este é o programa perfeito para o final de tarde do Dia dos Namorados. A BYX organiza passeios românticos de barco à vela, com duração de duas horas, por 69.90€ por casal.

 

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

Quem é a 'Perdida'?

Perdida nas redes

Perdida no Facebook

Perdida na Zomato

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Perdida pelo Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.