Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Perdida por Lisboa

A capital vista pelos olhos de uma açoriana...

Perdida por Lisboa

29
Out19

10 coisas para fazer no Halloween em Lisboa

colton-sturgeon-vCwDaokIR90-unsplash.jpg

                                                                                                                                                                           Photo by Colton Sturgeon on Unsplash

Na quinta-feira dia 31 de outubro assinala-se mais um Halloween e como já é tradição deixo aqui 10 sugestões para fazeres em Lisboa no dia mais assustador do ano.

 

Halloween Parade – Se gostas de te fantasiar podes participar no maior desfile do País dedicado ao Dia das Bruxas.  A participação é gratuita e quem tiver os melhores fatos vai receber prémios. Além disso, o evento conta com muitas surpresas, petiscos e animação.

Horário: A partir das 20h

Onde: Areeiro (Av. Guerra Junqueiro, Praça de Londres, Av de Roma, Av. João XXI, Av Paris)

 

Dia de Los Muertos – Como já é habitual, o Evolution Hotel está a preparar uma noite muito especial (e de entrada livre) para o dia 31 de outubro. Além da música, há um cocktail temático e um tatuador no local.

Horário: A partir das 19h

Onde: Saldanha

 

Brunch Electonik (muito assustador)10 horas de festa, com vários Djs, inclusive a russa Nina Kravitz, fundadora da label Trip.

Preço: De 15€ a 50€

Horário: 22h – 8h

Onde: Pavilhão do Rio, no Centro de Congressos de Lisboa

 

Halloween Lisbon Festival 2019 – Uma festa de arrepiar, cheia de surpresas e muitos artistas.

Preço: De 15€ a 25€

Horário: A partir das 22h

Onde: Pavilhão Carlos Lopes (Parque Eduardo VII)

angela-wolz-T6c2p6O5-ok-unsplash.jpg                                                                                                                          Photo by Angela Wolz on Unsplash

Fiesta de Los Muertos –  Veste-te a rigor e prepara-te para uma horripilante noite de surpresas na Fábrica Braço de Prata.

Preço: 10€

Horário: Das 20h às 04h00

Onde: Marvila

 

Fox Horror Stories: Halloween Party – Para além de muitos sustos e de duas salas de terror, nesta festa haverá muita música com a presença do DJ Vasco Alves, Supa Sqquad e Dj Kamala. A entrada na festa – apenas para maiores de 18 anos – está sujeita a convite, disponível através de passatempos realizados na página de Facebook da Fox.

Horário: Das 23h às 4h

Onde: Palácio de Exposições da Tapada da Ajuda

 

Halloween Run Party – Runner esta é para ti. As inscrições para esta corrida (de 6 km ou de 3 mil metros) já estão abertas, por isso, corre!

Preço: Dos 4€ aos 12€

Horário: 21h30

Onde: Estádio Universitário de Lisboa

 

Jardim Zoológico – Para assinalar o Halloween, o Zoo de Lisboa convida toda a família, no dia 1 de novembro, a descobrir as histórias mais assustadoras desta época. As crianças até aos 12 anos não pagam entrada neste dia, se forem acompanhadas por dois adultos e mascaradas.

Horário: 10h00 às 18h00

Onde: Sete Rios

 

Festa de Halloween na Princelandia – Três horas de festa para os mais pequenos, que inclui uma oficina de monstros em pasta de açúcar, pinturas faciais, um desfile de máscaras com música e comida à mistura.

Preço: 25€

Horário: Das 18h às 21h

Onde: Lumiar

 

Lust in Rio – Esta conhecida discoteca de Santos vai ter uma festa de Halloween dedicada à Pegadinha, com funk brasileiro e figurantes com fantasias aterrorizantes, entre os quais um Joker.

Preço: 10€ (com direito a bebida) se chegar antes da 1h30 e se se increver na guestlist; 15€ se quiser ter entrada prioritária.

Horário: 00h às 6h

Onde: Santos

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

 

24
Set19

Aromas e Temperos (do Brasil e Portugal)

 

Há uns dias fui com umas amigas conhecer o Aromas e Temperos, em Arroios. A pontuação na Zomato (de 4.5 em 5) elevou-nos a expetativa… e a cozinha não desiludiu.

 

Este restaurante de fusão entre a gastronomia brasileira e portuguesa oferece-nos um samba de paladares bem diferente do que estamos habituados. Para começar aconselho o Crocante da Ilha que mistura cubos fritos de tapioca com queijo de São Jorge, acompanhados com geleia de pêra rocha com sumo de clementina e malagueta.

 

Nos pratos principais, destaco o Bobozinho de camarão (creme de mandioca, camarões salteados, arroz de côco e farofa de broa de milho) e o Bacalhau, Mandioca e Coentros com lascas de banana frita. Já para a sobremesa o meu voto vai para o Brigadeiro de chocolate com cachaça e farofa crocante. Uma delícia!

 

O staff foi sempre simpático e atencioso. Já a decoração podia sofrer umas melhorias, apesar de ser pequeno (aconselho reserva, pois só tem umas seis mesas) podia ser mais acolhedor.

 

Informações:

Preço Médio: 30 € para duas pessoas

Horário: Aberto de segunda a sábado. Do 12h00 às 14h30 e das 19h30 às 23h30.

Morada: Travessa Rebelo da Silva, nº2, Arroios

PS: Com a Zomato Gold tens um prato gratuito no Aromas e Temperos. Se ainda não tens Zomato Gold podes utilizar o meu código (PERDIDW) para teres 10% de desconto no teu plano.

 

Aromas e Temperos Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

06
Jun19

Um hat-trick gastronómico? É no Matateu

Já foi um simples bar de apoio do estádio do Restelo, mas hoje é uma das melhores petisqueiras de Lisboa.

 

Renasceu Matateu, em homenagem ao aclamado ex-jogador do Belenenses, e parece ter trazido com o nome a força desse atleta. É que ao entrar neste espaço assistimos a um brilhante hat-trick gastronómico.

 

O primeiro golo acontece aos primeiros segundos. O espaço está decorado de acordo com a temática do futebol. Há jornais sobre os feitos de Matateu por todo o lado e mantém-se vestígios do bar de estádio onde tantos comemoraram os seus golaços.

 

O segundo golo acontece mal nos sentamos. É que o staff, além de super simpático, sabe o menu da frente para trás e de trás para a frente e surpreende com o conhecimento sobre cada prato e cada vinho.

 

Já o terceiro (e mais esperado) golo surge mal a comida chega à mesa. Há pão de Mafra acabado de fazer e manteigas de pimentos assados e de ervas frescas para barrar. De seguida, ceviche de salmão, ovos rotos, cogumelos portobelo salteados com flor de sal, camembert gratinado em azeite, alho, mel e orégãos acompanhado de tostas caseiras, amêndoa e fruta da época e ainda, para acompanhar, umas ótimas batatas bravas.

 

Mas guarde barriga para os penáltis. É que a mousse de chocolate e a tarde de maçã desconstruída são deliciosaaaas!

 

No fim, saímos com o sentimento de ter assistido a um ótimo espetáculo. Além dos golos, houve jogadas espetaculares. O estacionamento é fácil e a Petisqueira Matateu tem desconto Zomato Gold.

 

Informações:

Preço Médio: 30€ para duas pessoas (tem Zomato Gold)

Horário: Aberto todos os dias, das 19h00 às 23h00. Abre também ao almoço às sextas, sábados e domingos (do 12h30 às 16h00).

Morada: Estádio do Restelo, Avenida do Restelo, Lisboa

 

 

Matateu Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Segue-me nas redes sociais:

Facebook | Instagram

17
Mai19

10 museus que tens mesmo de visitar em Lisboa

60343473_551764255230663_460628718440677376_n.jpg

 

Tenho de confessar que nunca fui muito de museus. Não por achar uma seca, mas porque adoro ar livre nos dias de sol e ronha nos dias de chuva. Parece que nunca encontro o dia ideal para uma visita. Contudo, agora ando mais atenta às atividades culturais da nossa Lisboa e quero partilhar contigo esta (re)descoberta.

 

Este sábado, dia 18 de maio, comemora-se o Dia dos Museus e há atividades giras um pouco por todos eles. Mas não te preocupes se não conseguires visitar todos neste dia. Na maioria destes museus, as entradas aos domingos são gratuitas.

 

MATT

O Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia é um dos museus mais recentes de Lisboa e um dos mais visitados da cidade. No seu interior cruza três áreas: descoberta, pensamento crítico e diálogo internacional; No seu exterior são milhares os que por lá passam para observar a beleza do edifício e a vista para o rio.

Preço: Grátis no primeiro domingo de cada mês. Nos outros dias o bilhete custa entre 5€ e 9€

Horários: Aberto das 11h00 às 19h00 todos os dias menos à terça-feira

Morada: Avenida Brasília, Belém

 

Museu do Fado

fado

 

Aqui celebra-se o valor excecional do Fado como símbolo identificador da cidade de Lisboa, assim como o seu enraizamento profundo na tradição e história cultural do país.

Preço: Grátis dia 18 de maio, domingos e feriados de manhã. Restantes dias: 5€. Descontos aqui

Horários: De terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00

Morada: Largo do Chafariz de Dentro, Alfama

 

Museu da Água 

Conjunto de monumentos e edifícios, construídos entre os séculos XVIII e XIX, que representam um importante capítulo da história do abastecimento de água à cidade de Lisboa. Além das exposições, a visita inclui uma passagem pelo Aqueduto das Águas Livres, pelo reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras, pelas galerias subterrâneas do Aqueduto e ainda pela Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos.

Preço: Grátis no dia 18 de maio e no 1.º domingo de cada mês. Clica aqui para ver os preços

Horários: Todos os dias das 10h às 17h30

Morada: Rua do Alviela, 12, Santa Apolónia

 

Museu do Dinheiro 

Aqui vais fazer uma viagem pela história do dinheiro desde o seu aparecimento até aos nossos dias. Há atividades interativas e vários objetos nos quais podes tocar e agarrar, como uma barra de ouro. Só não vale levar! O que poderás levar de recordação é uma moeda ou nota com a tua cara.

Preço: Entrada livre

Horários: Aberto de quarta-feira a domingo das 10h00 às 18h00

Morada: Antiga Igreja de S. Julião, Largo de S.Julião, na Baixa-Chiado

 

Fundação Calouste Gulbenkian

Além de desenvolver várias atividades no campo da cultura, do ensino e da investigação científica, esta fundação alberga o Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão, uma biblioteca de arte e um museu onde poderás ver várias exposições permanentes, mas também exposições temporárias. Uma das mais interessantes dos últimos tempos está patente até dia 10 de junho – ‘Cérebro mais vasto que o céu’. Depois da visita ao museu, aproveita para passear pelos lindos jardins da instituição, sobre os quais já te falei aqui.

Preço: Entrada gratuita aos domingos a partir das 14h00. Vê os preços dos restantes dias aqui

Horários: De quarta a segunda-feira das 10h00 às 18h00

Morada: Avenida de Berna, 45ª, Praça de Espanha

 

Museu Nacional de História Natural e da Ciência

antropologia.jpg

 

Inclui espaços repletos de ciência e de história como é o caso do Laboratório Chimico, o Observatório Astronómico e o antigo Picadeiro do Colégio dos Nobres. Aqui vais encontrar diversas exposições e um largo conjunto de atividades que visam estimular a curiosidade e compreensão sobre a Natureza e a Ciência. Além disso o museu tem também um dos jardins mais bonitos de Lisboa, o Jardim Botânico. Até dia 19 de maio podes ver a World Press Photo neste museu.

Preço: Museu – 5 €; Museu + Jardim Botânico – 6 €; Jardim Botânico - 3€. Descontos para estudantes e seniores. Gratuito até aos 6 anos

Horários: De terça a sexta das 10h00 às 17h00, sábado e domingo das 11h00 às 18h00 / Jardim Botânico – De segunda a domingo das 9h00 às 20h00

Morada: Rua da Escola Politécnica, Príncipe Real

 

Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado

Este museu tem o maior acervo de arte contemporânea portuguesa. Aqui podes percorrer as mais belas obras de arte da história do nosso país. Conta com uma exposição permanente e várias exposições temporárias. Além das obras em exposição, a arquitetura do edifício que as alberga também é admirável.

Preço: Grátis dia 18 de maio e todos os domingos e feriados de manhã. Restantes dias: 4.5€

Horários: Aberto de terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00

Morada: Rua Serpa Pinto, Chiado

 

Museu Nacional Nacional do Teatro e da Dança

Aqui podes passear pelas memórias da história do espetáculo em Portugal. O museu está instalado no Palácio Monteiro-Mor, um edifício do século XVIII, e alberga mais de 250 mil peças, entre trajes e adereços de cena, cenários, figurinhos, discos, partituras, e ainda 120 mil fotografias.

Preço: Entrada gratuita dia 18 de maio e todos os domingos de manhã. Restantes dias: 4€

Horários: Aberto de terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00

Morada: Estrada do Lumiar, n.º10

 

Museu Fundação Oriente

Aqui podes visitar várias coleções de arte que demonstram não só as fortes ligações entre o Ocidente e o Oriente, como revisitar encontros históricos entre Portugal e a Ásia.

Preço: Grátis dia 18 de maio, aos domingos e às sextas das 18h00 às 22h00. Preços aqui

Horários: Aberto de terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00. Às sextas-feiras encerra às 22h00

Morada: Avenida Brasília, Doca de Alcântara

 

Museu da Marioneta

Está instalado no Convento das Bernardas e conta a história da marioneta e a difusão do teatro de marionetas, não só da portuguesa, mas dos diferentes tipos de marionetas espalhados pelo mundo.

Preço: Gratuito dia 18 de maio e todos os domingos de manhã. Restantes dias: 5€

Horários: De terça-feira a domingo das 10h00 às 18h00

Morada: Rua da Esperança, Santos

 

Este é o meu top 10, mas Lisboa tem muitos mais museus onde vale a pena dar um saltinho. Já agora, qual é o teu preferido?

07
Mai19

No Maxime Hotel, a vida é mesmo um cabaret

 

Se já ouviste falar do Maxime Dancing com certeza ficaste curioso com os segredos que te sussurraram sobre o que lá acontecia. Os anos de ribalta, na década de 50, de um cabaret de inspiração parisiense preenchiam Lisboa com atuações tanto de cantores e atores de renome como de alternadeiras espanholas. Com nível. Tanto nível que, apesar do declínio a partir de 1960, o Maxime nunca saiu da memória de quem lá prolongou as noites.

 

E foi a pensar nos tempos de glória e luxo, que o velho cabaret reabriu rejuvenescido, no final de 2018, pelas mãos do grupo Hóteis Real, no mesmo local onde sempre foi, na Praça da Alegria, em Lisboa. O sucesso do Maxime Hotel é o espelho de um projeto com reflexo no passado e presente. Manteve-se o espírito boémio, provocador e elegante, mas agora com uma alma renovada, contemporânea e irreverente.

 

bar4.jpg

 

Mas já basta de história. Vou contar-te como foi passar uma noite neste charmoso hotel, que é também sala de espetáculos e lugar de partilha de refeições.

 

Logo à entrada fui surpreendida com um peep show. A cortina esconde um misterioso cubículo com um pequeno buraco numa das paredes. Ao espreitar por ele, viajei no tempo até ao Maxime dos anos 50.

 

Mas a jornada pelo ‘pretérito perfeito’ deste glamoroso espaço não acaba aqui. Ao passar pela receção revivemos o antigo salão, transformado agora em sala de refeições e de espetáculos, e chegamos ao bar, que mantém o antigo balcão.

 

show2.jpg

Todos os dias servem-se aqui brunchs, almoços, jantares e cocktails. A experiência é escolhida ao gosto do cliente. Mas as noites Maxime Cabaret Show, todas as sextas-feiras, oferecem um match perfeito. É que além do extravagante espetáculo - com bailarinas que nos fazem rir ao mesmo tempo que despem sensualmente a roupa -, degustamos de um menu da autoria do Chef Luca Bordino.

 

A expedição gastronómica inclui uma entrada de foie gras com crumble de frutos secos e cogumelos, pickle de morango, merengue de morango, chutney de morango, malagueta e gengibre. Dois pratos principais, um de peixe e outro de carne e ainda uma sobremesa deliciosa: mousse de peanut butter com crumble de peanut butter e gelado de banana.

 

Se já estava feliz com a experiência, mal sabia eu o que me esperava. Subi no elevador que nos dá acesso aos 75 quartos e desci no andar reservado aos quartos temáticos. Todos os quartos estão decorados a rigor e com sensualidade, em homenagem às coristas e bailarinas que por aqui passaram, mas estes cinco são ainda mais especiais.

 

Há um quarto Burlesque, tal como o show que acabamos de assistir, um Bar Room, que combina jogos de casino com uma decoração mais masculina, para os mais arrojados e para uma noite de luxúria a escolha acertada é o Bondage, que esconde as fantasias mais ocultas e oferece algemas, chicotes e até baloiços, ou o Stage Room, onde os seus sonhos surgirão sobre uma cama redonda com luzes. 

 

Nós ficamos no Dressing Room que está decorado com espartilhos, leques, muitos espelhos e um quadro das irmãs bailarinas espanholas Carmem e Lola que nos olham sobre a confortável cama (fotogaleria no início do post).

 

Foi uma noite de luxúria a não esquecer… e repetir 

 

O preço do espetáculo mais jantar é de 55 euros. Se quiser apenas assistir ao show enquanto bebe um copo (incluído) o valor é de 20 euros. Já os quartos, começam nos 143 euros por noite para duas pessoas.

Quem é a 'Perdida'?

Perdida nas redes

Perdida no Facebook

Perdida na Zomato

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Perdida pelo Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.